Título: A perda da razão social do trabalho
Subtítulo: terceirização e precarização
Autor(a): Graça Druck e Tânia Franco (orgs.)
Prefácio: Graça Druck e Tânia Franco
Páginas: 240
Ano de publicação: 2007
ISBN: 978-85-7559-101-7
Preço: R$ 30,00
Indique para um amigo
"A perda da razão social do trabalho: terceirização e precarização reúne ensaios de doze autores, organizados pelas pesquisadoras Graça Druck e Tânia Franco que há mais de duas décadas se dedicam a estudar as múltiplas conexões entre saúde e trabalho, além da repercussão das políticas de flexibilização das empresas sobre a situação do emprego e a atividade dos trabalhadores.

São três os tipos de escrito: em primeiro lugar, o livro traz reflexões teóricas sobre as transformações do trabalho, sua nova `morfologia` e a `nova conformação da classe trabalhadora`, de acordo com expressões de Ricardo Antunes, cujo artigo abre o volume.

Em segundo lugar, apresenta os substantivos resultados de uma pesquisa de campo realizada no Nordeste – em particular a região metropolitana de Salvador –, região relativamente pouco estudada pelas ciências sociais do trabalho. Os autores estudam a terceirização em empresas de ponta, com riscos industriais relevantes para a saúde e o meio ambiente, e indicam as principais mudanças e permanências, desde a década de 1990 até os dias de hoje. Num dos ensaios, Jacob Lima analisa o papel atual das cooperativas no Brasil e aponta as especificidades dessa forma de organização do trabalho numa lógica de flexibilização produtiva.

Em terceiro lugar, o volume faz uma consideração acerca da dimensão subjetiva a partir da expressão dos próprios atores sociais, tendo por base depoimentos e entrevistas de dirigentes sindicais de diferentes setores do Brasil e da França.

Os pesquisadores aqui reunidos inscrevem-se no debate sobre a conjuntura mundial de precarização social e de precarização do trabalho, iniciado no âmbito internacional na década de 1990, a partir da contribuição de Robert Castel em As metamorfoses da questão social. Se os regimes de proteção social e de direitos do trabalho variam enormemente, sobretudo entre os países capitalistas avançados e os países ditos em vias de desenvolvimento, o processo de `desestabilização dos trabalhadores estáveis` e a vulnerabilidade dos estatutos de emprego atingem hoje pessoas de ambos os grupos de países. Esta obra presta particular atenção à questão da erosão dos direitos dos trabalhadores nesse contexto.

Pela grande riqueza de suas contribuições e pelas inúmeras pistas de pesquisa que traz, trata-se de um livro precioso que deve ser lido e divulgado."
Helena Hirata (texto de orelha)

Sobre as organizadoras
Graça Druck é doutora em Ciências Sociais pela Unicamp, professora adjunta do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal da Bahia (FFCH/UFBA), pesquisadora do Centro de Recursos Humanos/UFBA e pesquisadora do CNPq. Especialista em estudos na área de sociologia do trabalho, tem vários trabalhos publicados em livros e em revistas acadêmicas, dentre eles o livro Terceirização: (Des)Fordizando a Fábrica (Boitempo/Edufba).

Tânia Franco é doutora em Ciências Sociais, com formação em Economia, Medicina e mestrado em Ciências Sociais. É pesquisadora no campo temático do trabalho, saúde e meio ambiente, com publicações em livros e revistas acadêmicas. É organizadora do livro Trabalho, riscos industriais e meio ambiente: rumo ao desenvolvimento sustentável? (1997) e coordenadora do projeto de pesquisa “Terceirização: uma década de mudanças na gestão do trabalho”.

Sobre a Coleção Mundo do Trabalho
Coordenação de Ricardo Antunes
Estudos sobre o trabalho, a sua centralidade na sociedade capitalista, a análise do sindicalismo, questões de gênero e o impacto das transformações trazidas pela globalização são alguns dos temas desta coleção, que publica autores centrais para a discussão.

Sumário
Parte I: A precarização social do trabalho
Dimensões da precarização estrutural do trabalho
Ricardo Antunes

Terceirização: a erosão dos direitos dos trabalhadores na França e no Brasil
Annie Thébaud-Mony e Graça Druck

Terceirização e direitos trabalhistas no Brasil
Rodrigo de Lacerda Carelli

O trabalho em cooperativas: dilemas e perspectivas
Jacob Carlos Lima

Mercado de trabalho: mais de uma década de precarização
Ângela Borges

Parte II: Terceirização e flexibilização do trabalho industrial na RMS/Bahia
Terceirização e precarização: o binômio anti-social em indústrias
Graça Druck e Tânia Franco

Flexibilização do trabalho: vulnerabilidade da prevenção e fragilização sindical
Selma Cristina Silva e Tânia Franco

A terceirização via cooperativas de trabalho: precarização ou autonomia?
Selma Cristina Silva

Parte III: terceirização e precarização social acima e abaixo do Equador
Práticas de terceirização nas empresas industriais
Robson Santana

Terceirização: uma epidemia de perdas de direitos trabalhistas
Edílson Almeida

Experiências com a terceirização
José Boaventura

Entrevista com o dirigente sindical André Fadda - França
Nathalie Ferré

Caminhos metodológicos
Tânia Franco

PUBLICAÇÕES NA IMPRENSA:

26/10/2007 - Consultor Jurídico - Livro que discute terceirização será lançado no Rio

 

05/12/2007 - A tarde - Precarização do trabalho é tema de livro lançado hoje

 

 

Coleções: Revista: Selo:

página inicial   catálogo   página anterior   cadastro

Busca Rápida
AutorTítulo
Agenda
05/03/2013 - Marx: a criação destruidora
Rua Pereira Leite, 373 – Sumarezinho - 05442-000 – São Paulo - SP Tel.: (55 11) 3875-7285/50 – Fax: (55 11) 3872-6869